Jornada do Triangulo se afirma como importante evento da psiquiatria em Minas Gerais

Em dois dias o evento de Patos de Minas reúne grande número de profissionais do estado

Com 263 inscritos a III Jornada de Psiquiatria do Triangulo superou todas as expectativas que se tinha para o evento. O encontro aconteceu nos dias 23 e 24 de março em Patos de Minas e teve como organizadores a Associação Médica Regional de Patos de Minas (AMRPM) e a Associação Mineira de Psiquiatria (AMP).   Tendo o Suicídio como tema central, a jornada contou com grandes nomes da psiquiatria no país.  Ela, que inicialmente iria ocorrer na AMRPM, teve que ser transferida para o auditório do Centro Universitário de Patos de Minas – UNIPAM –  um local bem maior que conseguiu acolher o grande número de pessoas inscritas e envolvidas no evento.

Para o psiquiatra e coordenador da jornada, Harewton  Bicalho, o tema escolhido também  foi um diferencial para evento. “Os assuntos foram muito interessantes e a platéia sempre muito participativa. Deu para ficar claro o quanto as pessoas estão carentes em aprofundar no tema do suicídio”, afirma. Harewton ainda salienta a importância da jornada para a região. “Tenho certeza que o principal objetivo foi alcançado, que era desmistificar este tema e deixar uma semente para discussões futuras.Todos saíram muito satisfeitos e agradecidos por essa iniciativa da AMRPM e da AMP.

Para o presidente da AMP, o psiquiatra Humberto Correa, o evento vem reafirmar a importância das jornadas regionais no estado. “Patos de Minas deixou claro que estamos no caminho certo no fomento, participação e criação de espaços de conhecimento no interior de Minas Gerais” afirma. Para ele, “nesses eventos podemos ver o alto nível dos psiquiatras por todo o estado e isso nos ajuda na interação das nossas regiões”.  No ano que vem a IV Jornada de Psiquiatria do Triangulo deve ocorrer em março na cidade de Araxá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


7 + = treze