Audiência pública interativa da Comissão de Saúde

 

 

Uma das atividades do Setembro Amarelo em Belo Horizonte  foi realizada na Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais no último dia 25 de setembro. A Comissão de Saúde da ALMG lançou a Frente Parlamentar de Enfrentamento à Automutilação, à depressão e ao Suicídio, que coincidiu com a data de realização da Audiência Pública sobre o assunto, solicitada pelos deputados Charles Santos (PRB), Professor Cleiton (DC) e pela deputada Celise Laviola (MDB),

Participaram da Audiência diversos parlamentares, profissionais de saúde, agentes públicos, militares e representantes do Centro de Valorização da Vida (CVV), do Grupo de Apoio e Enlutados por Suicídio (GAES), além do presidente da Associação Mineira de Psiquiatria (AMP), Humberto Correa.

Uma das atuações mais categóricas entre as falas na Audiência foi a do psiquiatra Humberto Correa, que levantou a importância da criação da Frente Parlamentar que, a exemplo da Frente criada na Câmara Federal, poderá ser fundamental para que o Brasil tenha a sua Estratégia Nacional de Prevenção ao Suicídio, que ainda não tem. “Em outros países, que trabalham com ENPS, a incidência de suicídios tem sido comprovadamente diminuída”, afirmou Humberto Correa, Ele completa  informando que o suicídio é assunto de saúde pública e tem sido reiteradamente negligenciado pelas autoridades brasileiras.

Números da OMS

Conforme dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) de setembro de 2018, cerca de 800 mil pessoas morrem por suicídio todos os anos no mundo; uma pessoa a cada 40 segundos. É segunda causa de morte entre jovens com idade de 15 e 29 anos. No Brasil, o suicídio vem aumentando nos últimos anos.

 

 

Clique aqui e confira na íntegra a audiência

📸: Vilma Fazito e Arnaldo Athayde

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


× 8 = vinte quatro