Fórum das Ligas aquece XX Jornada Mineira de Psiquiatria em Belo Horizonte

Primeiro evento do gênero realizado em Minas Gerais revela a sua importância para estudantes e profissionais

 

A Jornada Mineira de Psiquiatria que aconteceu entre os dias 14 e 16 de junho, na AMMG, teve, na edição deste ano, dois eventos paralelos em sua programação. O XIV Simpósio Internacional Diálogos entre a Clínica e as Neurociências, com o tema Prevenção do Suicídio: Da Molécula à Cultura, e o I Fórum de Ligas Acadêmicas de Psiquiatria e Saúde Mental de Minas Gerais.

A diretoria executiva da Associação Mineira de Psiquiatria (AMP) incumbiu a Comissão de Ensino de Graduação da própria AMP de organizar uma atividade científica, cujo  público alvo fosse especificamente os estudantes de graduação em medicina. Optou-se então pela realização de um fórum com a participação das Ligas Acadêmicas de Psiquiatria e Saúde Mental de Minas Gerais durante a XX Jornada Mineira de Psiquiatria. Segundo Kyze Quintela, membro da Comissão de Ensino de Graduação da AMP e organizadora do evento, esta possibilidade de incluir o Fórum na programação da Jornada proporcionou que os estudantes participassem de um evento da maior qualidade, não apenas como ouvintes, mas como debatedores.

O I Fórum de Ligas Acadêmicas de Psiquiatria e Saúde Mental de Minas Gerais discutiu alguns dos temas mais recorrentes e relevantes a respeito da saúde mental dos estudantes de medicina: o grande número de suicídio entre eles. “Podemos verificar que os estudos apontam um elevado risco de suicídio nessa população quando comparada à população geral e os alarmantes dados evidenciam a necessidade de debater exaustivamente esse e outros temas que estejam relacionados à saúde mental do futuro médico”, afirma Kyze.  Segundo ela, a ideia da realização do evento foi “dar espaço aos acadêmicos para eles mesmos debaterem esses assuntos na presença de psiquiatras de alto gabarito, como José Raimundo Lippi, Humberto Corrêa, entre outros”. Outro objetivo do Fórum foi criar oportunidade de interação entre diversas gerações de pesquisadores, conhecendo e vivenciando a história e o futuro da psiquiatria através das experiências compartilhadas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


5 + = onze