Escolhidos os vencedores do II Prêmio AMP de Jornalismo

A Associação Mineira de Psiquiatria (AMP) agraciou os vencedores do II Prêmio AMP de Jornalismo. Com o intuito de promover a reflexão sobre a saúde mental em nosso estado, a AMP realiza a sua segunda premiação para os jornalistas que trabalham em empresas de comunicação mineiras. Concorreram este ano 14 trabalhos de sete veículos impressos, de rádio e de televisão. O evento de entrega dos prêmios foi na abertura da XXIV Jornada Mineira de Psiquiatria no dia 07 de julho na sede da Associação Médica de Minas Gerais. 

A iniciativa este ano teve como objetivo premiar e reconhecer trabalhos jornalísticos veiculados em jornais, revistas, emissoras de rádio e de televisão com sede em Minas Gerais, que se destacaram desmistificando vários aspectos que envolvem os transtornos mentais, o estigma que pesa sobre a psiquiatria e outros assuntos relacionados à especialidade e seus pacientes. Cada vencedor recebeu a quantia de R$2.000,00.

Os vencedores do II Prêmio AMP de Jornalismo são:

Impresso

Jornalista – Gabriel Ronan

Matéria – Série de reportagens: A batalha da psiquiatria

. A batalha da psiquiatria: divergências e nova polarização

. Até OAB entra no debate que polariza saúde mental na capital e no estado

. Psiquiatria: polêmica da hospitalização divide até usuários da saúde menta

Veículo: Estado de Minas

Rádio

Jornalista – Oswaldo José Diniz Junior

Matéria – Bicho de Sete Cabeças – O Transtorno Mental e o Preconceito

Veículo – Rádio Itatiaia

Televisão

Jornalista – Laura Zschaber

Matéria – Preservação da vida: é preciso falar sobre suicídio, mas de forma responsável

Veículo – Rede Minas de Televisão

2019

A primeira edição do Prêmio AMP de Jornalismo aconteceu em 2019 e tiveram como vencedores Rafaela Mansur do jornal O Tempo, Verônica Pimenta da Rádio Inconfidência e Tábata Poline da TV Globo Minas.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


três × = 27