Fhemig diz que Galba terá atendimentos psiquiátricos suspensos, mas volta a funcionar normalmente depois da pandemia.

A campanha pelo não fechamento do Hospital Galba Velloso continua com a participação dos funcionários do hospital e de instituições médicas, além de políticos que apoiam a causa. A deputada estadual Laura Mendes Serrano, depois de enviar um ofício à presidência da Fhemig, obteve uma resposta do presidente Fábio Vitor. No ofício, a Fhemig explica a razão da suspensão temporária do atendimento psiquiátrico naquela instituição e afirma categoricamente que o Galba voltará a funcionar normalmente tão logo passe a pandemia.

Vale ler a resposta da Fhemig

Confira a carta na íntegra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


× 4 = trinta dois